Background

sábado, 27 de dezembro de 2008

2009*

Eu sempre disse a cada dia de 2008: 'esse foi o melhor ano da minha vida'.
Descobri os dois lados de várias situações, fui a protagonista delas, meu primeiro emprego, minha primeira demissão, meu segundo emprego temporário, um salário e aquela sensação de 'meu Deeeeeus, tô rica!'.
Conheci amigos, conheci mesmo. Descobri quem não tá nem aí pra você na hora que a coisa aperta e descobri quem tá do seu lado até chovendo canivete. Vim pro blog, conhecei anjinhos, pessoas que me incentivam a seguir em frente, me fascinam, me divertem e me fazem melhor. Mechi em várias coisas do meu passado, colei figurinhas antigas no meu álbum, não hesitei em desejar que lembranças boas passeassem de novo comigo, quebrei a cara. Rá.
Mas um dia, apenas um dia mudou todo o meu ano. O ano já está no fim e tudo me fazia viver aquela contagem regressiva pra que tudo acabasse tão bom quanto começou, fracassei.
Meu tio, o melhor tio, faleceu.
E agora eu sinto aquela dor bem doída, uma saudade que me aperta o coração porque a gente se divertia muito enquanto estávamos juntos, o sorriso largo e a mania de fazer piada de tudo que ele tinha, me contagiou mesmo sem perceber e hoje eu sou bem assim: mal humorada pela manhã e muito divertida quase ao meio dia e até o fim do dia. Faço piada com tudo e se a minha alegria não estiver contagiando eu me sinto bem boba, sufocada.

Agora eu só posso me conformar, guardar a melhor lembrança e seguir em frente.

Que em 2009 não existam sorrisos gelados, que tudo seja quente e doce, vibrante e inesquecível. Que venham novos amigos substituir aqueles que sem pudor algum deixaram lacunas e uma história linda pra trás. Que o amor, só cresça e me sufoque, me embriague, me entorpeça seja lá de que forma for. Que seja um ano de MUITA alegria, muita união e nada de perdas, de tristeza e probleminhas mal resolvidos.
Que seja um ano de menos inveja, essa coisa chata que nos incomoda e que impede a gente de caminhar.

Um beijo enorme pra Naraiana, Dan Abreu, Vanessa, Eric (um anjo, mesmo), Raul (meu melhor), Maurício (meu amor, amor!), Naiara e Camilona (minha vaquinha!), esses que fizeram do meu 2009 um ano simplesmente maravilhoso.

'E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.'
Romanos 8:28
'E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.'
Romanos 12:2

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Bonito mesmo é ser V O C Ê.

Bom mesmo é ser inesquecível.
Tudo que não se lembra bem, tudo que foi passageiro, tudo que exige esforço pra ser lembrado não foi bom.
Boas memórias são como tatuagens, marcantes, deliciosamente dolorosas, coloridinhas. Se eu não me lembrar do sorriso do meu melhor amigo da alfabetização,ou do seu nome completo, ou do que ele tinha mais medo então fomos apenas amigos e não melhores amigos, não nos pertencemos, não nos entregamos.

Bonito mesmo é acordar, se lembrar de quem é você, de como é bonito ser você.
Algum dia alguém disse que é feio tropeçar, sentir vergonha, ter dentes tortos e cabelos crespos. Algum dia você ouviu e acreditou, lamentavelmente.

Feio é ser sujo por dentro, é ter vontades doentias, não ter controle sobre si mesmo, saber que é dominado e fingir que é livre. Não há nada feio em nós, só por ser nosso já é bonito (o mais bonito).
A vontade de querer bem a si mesmo anda tão adormecida, a gente acorda e passa o dia vivendo pro outro, procurando o grande amor, o grande emprego, a grande oportunidade e nem nos lembramos do quanto é importante nos descobrirmos.

Como um perfume importado, bem ativo, bem marcante. Como aquele beijo inesquecível, na hora mais inesperada, como o seu coração batia tão forte quando ele te notava e não conseguia tirar os olhos de você, como uma boa lembrança.
Boa lembrança, é isso mesmo que eu quero ser.

ps¹:.Ao meu príncipe encantado, real e lindo que me inspira e me faz tão feliiz.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Mais uma vez: amor

Amar é conseguir transformar tudo, deixar tudo incrível.
Ser incrível não é ser perfeito, não é ter alguém ao seu lado que supere todas as suas expectativas, que sorria quando você esperar, que te diga eu te amo bem na hora que você quer ouvir, que encha seu celular de mensagens, sua casa de cartinhas e no seu aniversário te dê jóias incríveis, não.
Ser perfeito é ser incrível, é saber viver cada momento e fazer dele o melhor momento, o último momento.
Hoje eu queria dizer essas coisas, porque eu tenho ao meu lado alguém que torna as coisas incríveis, pode ser que você também tenha mas que queira deixá-lo partir. Aprender a se apaixonar pelo mesmo sorriso, se encantar até com os erros, com os deslizes bonitinhos, com aquela mania de bocejar demais, ou de tropeçar sempre, de rir na hora errada, não perder o encanto, não deixar se perder aquilo que te encantou, não deixar o encanto virar irritação.
Aprender a conservar o amor, a se apaixonar de novo, não deixar o por-do-sol perder o encanto, não deixar aquele jeitinho de olhar, não dizer nada com palavras e o outro compreender cada palavra não dita, cada sentimento guardado.

Transformar mortais em anjos apenas com amor, transformar pessoas comuns em pessoas incríveis e não deixar o encanto que uniu, separar.
Eu tô apaixonada, sentindo uma vontade incontolável de contagiar o mundo com isso. ;)

ps¹:.
Tava morrendo de saudade daqui, m-o-r-r-e-n-d-o meeeesmo, todos os dias eu relia os comentários pra matar a saudade. Eu sumi porque tava bem doentinha.
Tinha um cisto no meu ovário que se rompeu, tava com hemorragia interna, uma dor danada, de repouso. A gente frágil, com dor, não tem ânimo pra escrever. Mas não se preocupem, tudo está bem.

ps²:.
Tô trabalhando, mas prometo não ficar tão ausente assim de novo, no que depender de mim eu estarei sempre aqui.
um beijo ;*

domingo, 9 de novembro de 2008

Lembranças, nada me convence;

Ligue nem que seja só pra ouvir minha voz, se entregue a essa sua vontade de mim, eu sei que você é assim.

Finja que nem sente mais nada, de repente releia aquela carta empoeirada, cheia de segredos nossos, cheia de um passado que é só seu. Pense em borboletas multicoloridas e em como era lindo e seguro voar, andar olhando pra cima e se equilibrar em fios de cabelo - nada era difícil, nada era doloroso, tudo se resolvia apenas em estarmos juntos.



Tudo fica pra trás, as experiências é que nos acompanham. Mas nada, nada me convence que você não se lembra de mim no café da manhã, ou que o por-do-sol é mesmo, insignificante. Eu sei bem aonde estou, e eu não me canso de passear pelas suas lembranças. Deixe-me ir.



Texto velho, mas tá valendo. As palavras sinceras NUNCA envelhecem. ;)

pensar*

'Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.' Filipenses 4:8

Será que é mesmo vão, uma perda de tempo dedicarmos alguns minutos do nosso dia, dedicarmos alguns pensamentos pra Deus?
Mesmo com todas as dificuldades eu me peguei pensando nisso e na dimensão desse amor ao próximo, essa coisa tão forte. Jamais saberemos como é amar nosso próximo como a nós mesmos, o máximo que fizermos ainda não é como nos amamos, nos preservamos, investimos em nós mesmos, zelamos por nosso nome. Mas é bom demais tentar amar as pessoas, tentar encaminhá-las e fazê-las melhores, ajudar alguém a se levantar e enxugar algumas lágrimas não diminui ninguém, tem horas que tudo que precisamos é ter alguém assim do nosso lado.

Apenas pensamentos pras coisas justas, importantes e honestas, eis o primeiro passo. Depois estaremos agindo como pensamos e contagiando as pessoas com essa idéia linda de encher a nossa mente de coisas boas, encher nosso coração, até a boca.
Essa é a minha confissão de hoje, meu desabafo. Hoje eu me cansei de um mundo tão normal, pode tudo, tudo é legal e nada é totalmente ruim. A gente perdeu nossos valores, ideais e até mesmo o pudor, porque não? As pessoas se perdem cada vez mais cedo, o mundo está cheio de gente vazia. Hoje eu decidi ser fiel aos meus ideais e as idéias da Bíblia, nada de religião, nada de pressão, nada disso, apenas o que há de verdadeiro e legítimo - a Bíblia, fazer a diferença, contagiar as pessoas.
É tudo tão simples, tão claro, mas se complicou porque foi passado de forma errada.

Acordar, abrir os olhos com vontade e antes de escovar os dentes levar o melhor de Deus consigo, deixar Deus o dia inteiro ali do lado, dedicar pensamentos a Ele. É simples, parece inútil, mas isso tem um impacto incrível.

'Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis.' João 13:34

Uma boa semana pra todos, essa semana tem mais atualizações por aqui.
um beijo :*

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

o valor das coisas e a saudade

No final, quando tudo parecer fazer sentido, você vai descobrir que as cores não são tão vibrantes quanto parecem, que nada é tão vivo, tão arrebatador.
Vai descobrir que quem dá sentido e intensidade as coisas somos nós e tudo vale o quanto nós achamos valer.

Saudade é uma coisa tão dolorosa, tão chatinha e também interessante. Ontem eu descobri o quanto a saudade pode aumentar os problemas, fazer o problema parecer maior do que realmente é.
Estar longe de quem se ama é doloroso, estar longe do melhor amigo ou do grande amor, seja lá como for a dor é a mesma e as consequências são cada vez piores.

ps:.
. Sim, eu tô longe daqui mas tô voltando aos poquinhos e atualizando mais. Eu não esqueci daqui, isso me faz um bem danado, descobrir pessoas incríveis e confessar nunca perde a graça.
;)

Bom fim de semana junto com a promessa de uma nova atualização no meio da semana. =D

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

' maturidade

O tempo passa pra todos, mas a maturidade escolhe bem com quem compartilhar.
A maturidade é uma moça com rugas evidentes, olhos cansados, roupas pouco coloridas e um coração vigoroso, perene.
Viver não é ser maduro. Ser maduro só é possível vivendo.

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Ela, o amor e as palavras

Falar não é mesmo o seu forte, as decepções, o medo e a insegurança conseguiram calar ela.
Um menina diferente, que se nunca se entrega por inteiro, entrega sempre bem devagar o seu coração como se isso fosse diminuir qualquer dor que possa surgir, como se os amores fossem sempre acabar. Dentro dela é outra coisa, tudo diferente. Ela é todo contradição;

Uma decepção ali, outra aqui mas não tem jeito, ela continua seguindo em frente e acreditando nas pessoas, não diz muito o que sente e estuda os comportamentos como se pudesse entender a todos mas ela mesma se considera uma exceção.
Os amores são grandes, os beijos são longos mas a razão faz questão de dar a última palavra.
Porque tanto medo, menina? Será que a dor é maior que a vontade de amar?
As palavras nunca sufocam quando se ama, as palavras libertam, clareiam qualquer escuridão que haja entre dois. Fale quando tiver vontade, o quanto tiver vontade, faça alguém feliz, haja como você gostaria que agissem contigo mas se entregue.

A entrega é a coisa mais linda, aquela sensação de estar nos braços de alguém presa ali num longo abraço mas com os pés no chão, uma prisão por vontade. A única incerteza que se tem é quanto a segurança desses braços, podem não ser tão seguros, tão firmes quanto pareciam, como se comprometiam. Mas tudo te faz mais forte, nada pode te fazer regredir. O amor é nobre e o que é nobre se prolonga em nós e nos faz nobres, fortes e firma nossos pés.

Vá até onde você conseguir, mas dê um passo a frente mesmo quando não tiver certeza se há mesmo chão. Quer um segredo: o amor e a esperança te dão asas -quando não houver mais chão, você pode voar.
.......................................................................................

Seliinho lindo, presente da Flor. Obrigada Flor pelo mimo, sou fã do seu blog, da sua história.

Obrigada também pelo carinho de vocês, pelos comentários e pelos recados carinhosos lá no orkut sobre o blog, gosto muito disso.

Um beijo e boa semana pra vocês;

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

.

Mesmo aqueles caminhos que parecem conhecidos, aqueles em que se anda de olhos fechados que até as coisas mais imprevisíveis podem ser sentidas, um dia o acaso pode resolver passear por ali, se esconder esperando apenas por você.

É quando você descobre que não há nada que se saiba, que as coisas que parecem mais óbvias se tornam complicadas e ocupam mais a nossa mente que antes, simplesmente porque não aceitamos que algo aconteça quando não planejamos. E aquelas coisas que pareciam ser tão complexas nos surpreendem se transformando em praticidade e simplicidade bem na nossa frente.
A única coisa que é sempre uma surpresa, simples e complexo, doce e amargo e surreal é o amor. O amor é aquilo que se transforma em tudo, é um abrigo que se move e passeia pela estrada e passa em cada sentimento, em cada sensação e não se limita - enquanto vida, enquanto houve amor há descobertas, surpresas e a formação de pessoas cada vez mais sensíveis, bonitas e fortes que serão facilmente confudidas com anjos.


quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Marcelo Camelo, mais que um show







Foi assim, um sonho.


Eu ouvia falar em milagres, alegria desmedida e euforia mas eu não me imaginava protagonista de uma dessas histórias.


Cada segundo foi incrível, desde o momento em que ele anunciou a carreira solo até a data marcada, adiada e remarcada do show, dois meses antes: dois kilos a mais.


Uma semana antes eu sonhava toda noite o mesmo sonho, guardava segredo e esperava tanto que doía, ouvia o CD até meu corpo saber sozinho cada acorde, até minha alma suspirar.




Aconteceu, eu estava lá e foi inesquecível: Marcelo Camelo na Concha Acústica do TCA, dia 28 de setembro às 18h30.


O encontro tão esperado, a camisa e uma foto: Eric, o jornalista que também acreditou em milagres, acreditou que eu estaria lá e que vibrou comigo (cá entre nós, um anjo).


Raul, o amigo de todas as horas, das dores de amor aos novos velhos amores, das realizações e das mágoas. Ele estava lá comigo, todo o tempo, nada de me deixar sozinha.


Larissa e Relber, muito especias, dois presentinhos.




As luzes ficaram baixas e ele entrou, eu olhei pra Raul com aquela cara de 'mentira-que-eu-não-tô-aqui' e ele bobo lá. Gritos, gritos, gritos e mais gritos ainda. Eu não sei assobiar, sou baixinha mas eu tinha que ser notada de alguma forma por ele então gritava, 'uhu!' e aqueles gritinhos histéricos mas com a intenção de ser um assobio (vá entender isso...).


Cada música era como se não pudéssemos saber da próxima, como se fosse única, eu cantava e me entregava com uma intensidade formidável. O grande momento (tá, tudo foi um grande momento) foi quando ele cantou 'morena', miiiiiiiinha música. Chorei e cantei como nunca. Dava pra relembrar grandes momentos, pra cada fã que tem uma história particular com cada música do 'Los Hermanos' foi sensacional.




Eu tinha que compartilhar com vocês tudo isso, mostrar como a música pode ser encantadora, transformadora e fazer a gente se sentir mais leve, mais feliz. Tudo aquilo tá guardado na memória, no coração, nos sentidos. Foi simples, incrível, delirante.


quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Saudade

A saudade é um bichinho agoniado que gosta de passear pelo corpo.

Mexe nos olhos, dança até se sentir molhado, encharcado, até tentar se afogar.

O coração ele gosta de manter disparado, até se sentir cômodo, vibrante.

Tudo fica menor longe de quem se gosta, tudo se torna compacto, parece caber na palma na mão. Só o coração insiste em se manter descompassado, apertado. A saudade morre quando tem um espaço muito grande, ela gosta de ficar apertadinha, desconfortável. A sensação de matá-la nos faz mais leves, melhores, mais felizes.



A capacidade de ressucitar também lhe pertence, logo logo ela volta.

terça-feira, 23 de setembro de 2008

:)

"As pessoas suportam tudo, as pessoas às vezes procuram exatamente o que será capaz de doer ainda mais fundo, o verso justo, a música perfeita, o filme exato, punhaladas revirando um talho quase fechado, cada palavra, cada acorde, cada cena, até a dor esgotar-se autofágica, consumida em si mesma, transformada em outra coisa que não saberia dizer qual era."
[Pela noite, TRIÂNGULO DAS ÁGUAS] Caio Fernando Abreu

É com todo carinho que eu deixo esse trecho incrível, capaz de me fazer sentir perdida, abobalhada.
Resolvi compartilhar alguma coisa que mexesse comigo, palavras doces que mesmo fortes são boas, acalentadoras.
um beijo, boa semana.
ps:. segunda-feira vou compartilhar umas emoções com vocês, bem explícitas. A poesia estará sempre implícita.
=*

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Divas

Não estamos muito longe do que você previu; nos entregamos de braços abertos e de olhos fechados sorrimos alto, afugentamos todo vestígio de tristeza, da tristeza que você deixou.
Nos abraçamos por longos minutos,nos encontramos nos nossos olhos e num ponto estranho, aprendemos que não se pode guardar sentimentos, cada um coma sua liberdade mas a porta está sempre aberta, sempre esperando um reencontro insano, louco, perdido, cheio de saudade, cheio de paixão.
Nós estamos perto de um grande querer; um desejo imenso de nos pertencermos, mas não poderemos, vai sem mantida essa estranha forma de amor, essa verdadeira liberdade. Eu vou sofrer por querer te pertencer, vou sofrer ao compreender que estou presa à você, que meus pensamentos só querem ser pra você, meus beijos querem ser apenas seus,eu gosto (mais que o previsto) de você.

09.01.08

sábado, 13 de setembro de 2008

Cicatriz


Não gosto quando você resolve perceber minhas cicatrizes.
Pare para observá-las apenas quando se descobrir disposto a amenizá-las, fazer menos essa cara de nojo com as feridas que meu coração pegou numa viagem qualquer.
Quando eu te sentir forte, eu as exponho para que tudo vire líquido, escorra por entre as feridas e as deixe gélidas, lave-as, diminua as cicatrizes e faça a dor virar lama.

ps:.
•Obrigada pelo carinho, pelos comentários, vocês não sabem o bem que me fazem e como me incentivam a continuar com o blog, cada vez que eu respondo um comentário eu me sinto embarcando numa nova viagem, cada blog me faz levantar diferente da cadeira. =D Adoro vocês;

•Ontem, mais uma aventura na cozinha, arráááá!
Um beijo e boa semana♥

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

quem eu sou, de verdade;

Manter as flores multicoloridas, tomar o café da manhã e reler as cartas.
Relembrar, fingir que tem notícias, deixar esse sorriso despontar sem ter um motivo presente, deixar ele ser fruto das lembranças, de um passado tão bom.

Menina, deixa eu te lembrar que para que você não mude.
O que te faz mais linda é esse jeito de prender os cabelos, esse nó sem sentido, esses olhos pintados e a sua preferência pelos biscoitos de morango. Não se perca, continue preferindo o quente ao frio, as unhas de cores exóticas e não perca a sua paixão por livros, fotos e piadas idiotas fora de hora. Não esqueça da última vez que recebeu flores, não deixe que vire nada, transforme em poesia. Tudo bem, continue achando o excesso de banhos desnecessário, tome apenas um por dia, você é mesmo assim, não vai te fazer pior.
A sua frescura, a sua alergia, os seus medos medíocres, pra que mudar?

Eu, esse poço de misturas loucas, de expectativas frustadas, esse blog, um monte de confissões quero nunca me perder de mim.
Acordar, ver meu rosto, lembrar das minhas displicências e deixar pra lá, se espreguiçar, sentir vontade e continuar ansiosa.
O meu amor me achou assim, na minha verdade. Que eu mude naturalmente, que eu não me perca de mim na esquina de uma mudança.

ps:.
• (muuita vontade de escrever, voltei :D )
• Minha mãe está bem (obrigada pelos votos, foram preciosos), cozinho menos, porque gosto de coisas requintadas e minha mãe diz que engorda e faz mal pro coração. Eu na cozinha apenas aos fins de semana ( e olhe lá ).
um beijo geente.
..
*

terça-feira, 9 de setembro de 2008

Brevidade

As melhores pessoas passam,
Os melhores sorrisos passam, a maior paixão também passa;
Mas o que é bom , de fato, possui a faculdade de proliferação, deixa suas sementes de forma sutil, reaparecem de outras formas, suave e silenciosamente como uma brisa, voltam e nos fazem felizes demais.
A dor é grande, surpreendentemente grande, mas a força surge, o carinho e o desejo de ver quem a gente ama, quem faz parte da nossa história ir pra qualquer lugar que seja, acompanhado da mais linda felicidade.

ps:.
Tô com muita saudade de me dedicar mais ao blog, mas essa fase vai passar. ;}

domingo, 31 de agosto de 2008

A arte de mudar.

É gostoso quando tentamos dar sentido as coisas, fazê-las melhores tomar golinhos de prazer e se embebedar de satisfação.

Mudar, fazer algo novo no cabelo, usar uma roupa diferente e cortar as unhas.

Deixar rolar, olhar mentindo uma indiferença, estar no fundo louco de vontade. Comer o que se tem vontade, quando se tem vontade e atravessar a rua observando os outros pedestres.



Observar, é isso. O que aquele rosto ao lado esconde, onde ele estava há cinco minutos atrás, que coincidência a gente atravessar a rua junto. Enquanto o sinal está fechado, uns olham o relógio, outros conversam com alguém ao lado, alguns fazem ligações e tem sempre alguém que não faz nada além de respirar, prestar atenção no sinal e atravessa. Há muito tempo eu me viciei em observar detalhes, desings, tons de batons e cores de esmalte e me interessei por futebol. Toda mudança provoca percepção aguçada, as pessoas te reprimem mais porque sabem mais de ti, porque você muda pouco ou porque você resiste demais é que sua vida está desse jeito, ou até porque você força mudanças, estilos, novidades e cria um mundo imaginário -- muda demais. Há que existir bom senso em tudo, a vida sabe ponderar, trazer a medida certa, o amor exato, a mudança ideal, o escape.



Eu ainda prefiro me deixar levar pelo que eu gosto. Ao contrário da maioria eu adoro televisão, ler compulsivamente, aprender cada dia mais. Não ser superior a ninguém mas me superar, me fazer mais forte e melhor pra mim, consequentemente pra você. :D



Mude, sem medo e sem pudor. Se entrege a cada porção atrativa de realidade;

ps:.
Como já me sinto mais ítima, queria contar pra vocês que agora eu estou ouvindo o novo CD do Marcelo Camelo 'Sou', no mínimo, perfeito. Indico, demais.
:D

a nova rotina de me ser,

Nada saiu como planejamos. Lamento.
Um dia nublado, quando eu esperava sol, uma noite acordada quando eu esperava bons sonhos, lágrimas quando tudo convergia para intensos sorrisos.
Hoje eu não pretendo poetizar muito o meu desabafo, a minha confissão. Hoje eu vou contar pra vocês um pouco de mim, sem versos, sem metáforas, sem entrelinhas;

Me afastei do blog por uns dias, senti saudade demais, acreditem. Na verdade eu nunca pensei que fosse gostar tanto disso aqui, descobrir pessoas tão bacanas, blogs que me fazem um bem danado. Então, para os que vem aqui sempre e já se consideram íntimos, vou fazê-los assim.
Semana passada minha mãe foi submetida a mais uma cirurgia no joelho para a retirada de um 'parafuso' mal colocado na cirurgia anterior, com muita dor, sem conseguir fazer alguns movimentos ela foi vítima de um erro médico. Parafuso retirado, minha mãe no hospital e muito choro, muita dor e uma cefalélia pós-rac (uma dor de cabeça indescritível, quando o paciente não se mantém deitado, levanta aquém do tempo previsto),a solução mais eficaz é a hidratação (muuuita água), mas é a longo prazo, nisso ela ainda sofria com a dor, mais um dia pelo menos.
Bem, e quanto a mim? Sofria duas vezes mais por vê-la assim, minha mãe, meu xuxu, minha viida. :D
Mas graças a Deus as coisas melhoraram, ela já está bem, sem dor, mas está se recuperando. Eu, gente, aprendi a cozinhar!
Me afastei da minha vida virtual, olhei menos o orkut, entrava e respondia os recados apenas, msn nem pensar, e o blog --vocês sabem, deixei abandonadinho. :} Tudo por uma boa causa, para a minha felicidade, a felicidade dos estômagos que convivem comigo! hahaha Tô indo bem, acreditem e tenho me esforçado demais nessa coisa de ser faxineira, arrumadeira e cozinheira de unhas feitas, tôca no cabelo e luvas, eu que era tão desastrada, onde cozinha era sinônimo de 'coisa queimada', 'coisas quebradas' e 'sujeira na pia', tenho me surpreendido comigo mesma. Me descobri apaixonada pela cozinha e descobri uma estranha mania de observar os outros comendo e esperar deles uma cara de satisfação, uma travessa vazia e um elogio, quero que todos comam até vê-los quietos, sonolentos e comentando sobre a comida. hahahahaha

Então, eu vou me esforçar mais ainda pra estar mais perto de vocês, atualizando mais e conseguir administrar essa coisa nova de tantas tarefinhas cansativas. Eu, que levava uma vida bem pacata há menos de uma semana, esperando o dia da minha matrícula na UEFS (em dezembro) recém aprovada no vestibular, dormia às 03:30h e acordava às 12:10h informo a minha saída da vidinha sedentária e informo que ao som de Madonna eu lavo os pratos e cozinho pra minha família.ui! 8)
beijos e uma boa semana a todos.
ps:.
odiei essa postagem, foge TOTALMENTE do meu estilo. :x
ps²:. ODEIO falar da minha vida pessoal tão explicitamente, mas imagino que isso vá acontecer algumas vezes. ;)

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

confissão;

É como se tudo só funcionasse em par, sozinho não.
Bossa-nova, flores, chocolate quente, fotografias e um mar de lembranças que nos enchem como se fóssemos meros abrigos de sensações, um poço onde são jogadas as lembranças que se tornam descartáveis pro outro, pra outra parte, do outro lado. Nada é completamente perfeito, nenhuma lembrança é eterna pra duas pessoas, pra alguns é apenas um fato, algo corriqueiro.
Mas nada me faz falta, tudo me faz mais forte. Até o meu passado, que ontem era tão grande, parecia tão imortal, tão invasivo se fez pequeno, fatalmente dominável. O passado dos outros também se fez pequeno, menor e absolutamente imperceptível. Somos mais fortes, mais bonitos, é o amor que nos faz assim, você também sente que eu sei.

O amor que hoje me faz dormir esperando uma mensagem de texto, esperar ansiosamente pelo fim de semana, por apenas um abraço, um beijo, um olhar e pelo momento que você vão se sentir importantes um pro outro de uma forma ímpar. Tudo é melhor acompanhado, em par. Mesmo que seja dançando de braços dados e rostinho colado com a solidão, essa musa que te acompanha numa noite fria, passa por você, te abraça e fica por pouco tempo e sai, a solidão tem um tempo certo pra acompanhar, logo é afastada pelo carinho e pelo desejo de nunca mais estar só.

Foje quem pensa que é forte, quem sabe que é forte ou apenas se descobre forte se entrega. Os mais fortes se entregam, a atitude mais nobre é se ver diante de algo e simplesmente fechar os olhos e ir mais fundo, sem nem ter idéia de onde vai dar.
Que haja sempre amor, sempre recomeço e bons amigos.

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

mais uma de amOr.

Eles se conheceram e ela se apaixonou. Ele dizia que a amava -- palavras não constroem castelos. O tempo passou e ela amando, seguiu. Suportando nos ombros cada palavra que ela esperava e ele não dizia, cada beijo que eles desperdiçavam e cada olhar que ela doava cheio de ternura e ele simplesmente forjava uma admiração. O tempo passou e ela não aguentava mais suportar tanta coisa, ter um relacionamento onde era as duas partes, sempre esperando uma mudança, acreditando que cedo (ou até tarde demais) ele iria se doar, entendê-la e apenas entregar seu coração de verdade, ser verdadeiro como ela era.

Tudo mudou, ela não aceitou mais levar um fardo que era pra ser divido, pra ser mais exata, um fardo que nem era pra existir, deixou ele pra trás. O amor não pesa. A paixão desvia os olhos do foco, do amor próprio. O verdadeiro amor é fazer o outro feliz, mas isso é perfeito quando as duas partes pensam assim, se não for assim o amor se faz pesado demais.

A idéia de recomeçar é linda, parece complexa demais mas é fascinante quando ela se lembra que alguém vai querer que ela seja a sua felicidade. Uma felicidade que sorri, dorme, tropeça e gosta de chocolate. Ela vai tentar de novo e perceber que nada foi em vão, que até os mais cafajestes servem pra alguma coisa -- nos fazer crescer. Vai encontrar seu amor de verdade, vai descobrir que não é só dor, não. O destino também pode lhe pregar uma peça -- trazê-lo de volta, arrependido e melhor. Trazê-lo sob medida, num encaixe perfeito, sem medo e sem pesar. Enquanto isso ela vive pra si, não procura seu amor no ponto de ônibus, nos corredores dos shoppings, na fila do cinema, num barzinho num fim de semana qualquer. Ela procura se encontrar, refazer o que deixou que se perdesse nele, recuperar e se fazer melhor até aparecer aquele que seus lábios, seu corpo, seu coração e suas mãos sempre procuraram. Ela segue até seus pés encontrarem novamente o ritmo de uma vida sem um amor, mas com amigos, os melhores que a vida trata de nos trazer.
Que tudo permaneça nesse misto de emoções e de incentivo, que essa dor não a sufoque. Que você recomece.
'Para viver um grande amor perfeito, não basta ser apenas bom sujeito; é preciso também ter muito peito -- peito de remador.'

domingo, 17 de agosto de 2008

Don't Worry!

É tanta estrada, tanta vida que enche meus olhos e desponta meu coração. É como se tudo que houvesse fosse efêmero demais, a minha vida fosse efêmera demais pra esperar por tanta história.
A história vem e é escrita a cada página, cada folha como se fosse a última, não se percebe o quanto algo está marcando mas as lembranças escrevem muito bem, não deixam passar uma vírgula. Mesmo os momentos menores ficam guardados, os acidentes ficam guardados, os beijos e os olhares perdidos ( que não foram perdidos, as lembranças registraram ) estão escritos numa página com uma caneta inapagável -- como tatuagem.
E há tanto desespero como se não houvesse tempo pra nos pertencermos, sorrirmos e nos lançarmos do alto de um arranha-céu, perceber que sabemos voar que nada pode nos prender e nos deixar preocupados. Ver o mar, se sentir mais forte, mais revigorado como se você chegasse e deixasse seu velho eu ali, prosseguisse e fosse novo -- se sentir novo.
Não há sentido nas preocupações mas é inevitável -- é como se quanto maior for a nossa preocupação, a intensidade e o tempo que dedicamos a pensar nela pudesse mudar todo o rumo da situação. Mas acredite, não é eficaz.

Hoje eu quero dizer que se precupar não é eficaz e que nós não somos senhores de nós mesmos, de nossa vida. Admita, há coisas maiores que você não pode fazer. Não vale a pena se acostumar a poder todas as coisas, isso é se enganar.

Viver como se houvesse apenas hoje, deixar pra amanhã apenas o que ele mesmo trará. O segredo para uma vida feliz é a surpresa. Surpreender-se com o que o amanhã trará, não tentar prever, seguir suas dicas e se deixar levar. Não ser displicente mas ter bom senso e fazer tudo como se fosse a última vez, arrancar sorrisos e mudar o rumo de algumas pessoas. Não se preocupar em ser feliz, mas em fazer alguém feliz, ser feliz é consequência -- eu acredito nisso.

'Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas?E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura? [...]Não vos inquieteis, pois, pelo dia amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.'
Bíblia Sagrada

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Queridos 'amigos'

A cada dia, cada princípio de uma nova experiência eu me aviso: 'A expectativa é a mãe da decepção'. Mas hoje eu descobri fatalmente que isso é uma bobagem.

Chega um momento que você não espera mais das pessoas, mas seu corpo espera, seus lábios, suas mãos, seus olhos e até seu telefone, seu orkut e sua caixa de e-mails. E a luta é incessante -- 'não, eu não espero muito das pessoas, eu me decepciono menos assim' -- e no final você se vê triste, decepcionado. Só foi mesmo um desengano, aquela coisa de ser amigo da consiência, no final você é vítima de si mesmo.

Primeiro eram conhecidos, se viam mas não se falavam. O tempo passou, se conheceram e perceberam-se um grupo de amigos, até felizes que faziam juras de que seria eterno.Saíam sempre, casais se formaram e os mais otimistas ficavam felizes, duraria para sempre (?). O tempo passou, as máscaras caíram e cada um partiu pro que mais lhe atraía. Muitos saíram feridos dessa brincadeira de ser feliz, acreditaram que seria pra sempre, que só por esse momento os contos de fadas se cumpririam neles, naquele grupo de amigos felizes. As reuniões ficaram mais vazias, cada dia mais vazias. Uns corações feridos, mas tudo secreto. Ninguém admite mesmo que está decepcionado, tá tudo bem. Os mais felizes, cordiais, se mostraram sujos, feios e incapazes de manter suas palavras. Eu ainda penso que pessoas assim se atraem. Alguns meses depois se encontram e , como fora no início, voltam a ser conhecidos, se viram e se cumprimentaram casualmente, uma forma de dizer que juras de 'amigos para sempre' são apenas juras, se você acreditou nisso, espere algum tempo até seu coração se recuperar e siga em frente, meu caro.

Mas a minha confissão de hoje não será totalmente 'pessimista', triste e o meu jeito de dizer que eu errei e me iludi, mesmo tendo teorias absurdas (que nunca ponho em prática, dã). Ainda bem que alguém ficou, nada é totalmente ruim.Alguns corações se atraem, almas se atraem e a amizade vai além das juras, ficam por mais tempo e se mostram maduras e mais sinceras (ainda bem). Meu telefone continua esperando aquela ligação, ele toca e é o melhor momento, dois amigos trocando novidades, risadas, desabafando e mostrando que não sabem mesmo se será pra sempre, mas o segredo de uma amizade duradoura é: saber tolerar, respeitar o espaço do outro; mesmo sabendo quão grande são os defeitos, pensar que ter alguém que te ama, que te quer bem é a melhor coisa, tem o sentimento mais puro. Ninguém está completamente só, sempre existe alguém que o complete, não perfeito, mas bom o suficiente pra ele.

Eu adoro você,meu amigo. Todos os seus defeitos, seu jeito que pode parecer tão óbvio, mas que esconde o quanto você é sensacional. Nada paga tudo que você significa.♥

'Tem mais presença em mim o que me faz falta.' Manoel de Barros

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Insegurança

Eu não vou desperdiçar a chance de me encontrar com meus pensamentos agora, madrugada adentro.
Enquanto o mundo gira eu continuo fantasiando, me decepcionando comigo mesma, com a minha própria inconstância; me olhando no espelho -não, eu não gosto do que vejo. Num dia eu estou forte, invencível. No outro eu me transformo num rio de lágrimas, me abato facilmente.
A escuridão não pode me cegar, o medo não pode me paralisar e eu não vou ficar diante do meu sonho e esmurecer, dessa vez eu não me permito falhar.
Se eu pudesse, hoje eu queria sentar ao lado da razão,conversar com ela, descobrir como eu consigo deixar ela escapar quando eu mais preciso, qual é seu ponto fraco, onde a emoção toca e ela se desmancha.
Eu sinto cócegas na minha emoção.


Esse texto foi escrito na madrugada do dia do vestibular.
Relê-lo, sentir de novo aquele medo sem fim, misturado com a vontade de vencer, lembrar de mim no colo de minha mãe contando o quanto eu me sentia fraca e tão perto do meu sonho, o quanto eu tinha medo de ter algo tão grande nas minhas mãos, o quanto eu tinha medo de tropeçar e deixar cair. Reviver isso me fez um bem danado, compartilhar com vocês melhor ainda.

•Tô postando menos porque meu computador tá muito ruim, eu sou muito impaciente e a lentidão dele não me faz nada bem. Não consigo ver isso como uma terapia.

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

O tempo, o amor e a confusão

O tempo a confundiu --traiçoeiro, multifacetado.

Soprou nos seus ouvidos teorias loucas, já sabia da capacidade dela de se perder em meio as palavras, de quantas horas demorava pra se encontrar, provocou um arrepio que partia da sua nuca e passeava por todo o seu corpo, sem pudor.

'Talvez ele precise de um tempo longe de você. Ele tem tantas atividades, é pouco tempo pra vocês dois, você tem que ter bom senso, saber bem a hora de partir', disse o tempo. Ela se confundia enquanto havia uma tempestade na sua cabeça.

Mais uma vez eu me torno piegas, ridiculamente sensivel, o amor salvou tudo.
Nunca é bom estar longe quando há amor, nunca. O amor junta, faz as pessoas se sentirem mais fortes, completas, parte de alguém. Eu sei, parece uma bobagem mas o que faz sentido mesmo é viver essas coisas, ela anda tão fascinada.

Nem o tempo, nem as mirabolantes teorias femininas, nada pode mudar o verdadeiro sentido do amor. Quando é amor, quando se tem certeza, quando estão longe sentem-se incompletos, é preciso estar sempre por perto, a simples presença, um simples olhar faz toda diferença. Uma vez distantes, todos planos podem dar errado, tudo pode (assustadoramente) piorar.

Sim, eles se precisam de uma forma fascinante. Não precisam de beijos imensos, da insanidade constante da paixão, é um amor maduro -- há doses de paixão, consideráveis, mas há mais amor, cumplicidade e um desejo avassalador de que sobre tempo e uma certeza louca de que será pra sempre.





É amor, meu caro, tomara que você não tenha esperado uma definição -- disso eu não sou capaz.






"Você é o amor que eu sempre procurei, em vão.
Você é o que resiste ao desespero e a solidão.
Nada existe, o tempo é triste, sem você.
Meu amor, nunca te ausentes de mim para que eu viva em paz
Para que eu não sofra mais..."


Chico Buarque.

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

mentirinhas de amoR


Se você quiser a gente sai pra dançar como dois malucos num dia de solidão.

Eu te dou minha mão, eu me entrego e finjo que estou sendo levada por você, que nem percebi. Se eu não souber fingir essas pequenas coisas não tem mais graça, o bom mesmo é acreditar nas mentirinhas de amor.
Encostar seu rosto no meu, falar baixinho, se arrepiar.


Ouvir você me dizer o quanto eu estou linda depois de estar suada, com a maquiagem borrada e me dizer que é lindo o tracinho preto no meu olho ( você mal sabe que o meu lápis não é a prova d'água, que ele borrou ), que é lindo meu sorriso desconcertado. Amor é isso: é quando alguém te vê como ninguém mais veria, enxergar mais além de uma produção demorada, uma maquiagem caprichada. É quando ela vai te buscar no futebol, você suado, o cabelo assanhado, seu time até pode ter perdido, ela pode não ter visto nem um lance mas diz: 'amor, você arrasou hoje!', diz isso só pelo jeito como você bateu na mão do seu colega, te acha o máximo, o mais forte.


Ou quando ele mata aquela barata pra você, eis o início da fantasia. Ele é protetor, corajoso, seria um ótimo pai de família, um marido excelente. Você viu só o tamanho da barata, percebeu a precisão dele? :O
São momentos pequenos mas que se transformam em lembranças enormes, coisas inesquecíveis.Quando você é assaltada por uma lembrança assim fica paralisada, deixa escapar um sorriso que confessa tudinho, é arrebatado .
As mentirinhas, os exageros de amor são fundamentais pra uma relação longa. Fugir da rotina, receber flores em excesso (mesmo quando se é alérgica, paciência!), ensaiar a música preferida dela pra tocá-la ao violão e vê-la chorar, se derreter, fazer daquela a canção de vocês.


Se completar sem ter motivos, sem conseguir enxergar uma razão, involuntariamente: isso é amor.
Quando não se enxerga muita coisa, quando não há o desejo de ver, só de seguir, construir cada minutinho como se fosse a primeira vez. Uma dose de coragem e de encanto, misturadas, dão um copo cheio de recomeço.
Hoje eu tô assim, bobinha.

ps:. O texto aí de baixo não é do Vinícius de Moraes, só a frase que encerra o texto. ;)

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

O quanto ela anda só


O melhor mesmo é ir sozinha.

Um dia, na estrada, na beira do caminho ela encontra quem for realmente necessário. O destino não vai se confundir, colocar a pessoa errada lá, não. O que acontece é que ela pensa muito nessas coisas, se confunde ainda mais. Ela dava passos largos, acolhia quem estava li por perto, depois se decepcionava e chorava, achava auqe a vida era cruel demais, que não sabi escolher seus amores. Ela fechava os olhos pra tudo que a dor a ensinou, cada passo que foi mais cauteloso por causa de alguém que ela pensou não valer muito. Achava lindo quem encontrava amigos perfeitos, sorrisos largos, encantos, mas achava que a vida conspirava contra ela, com ela era diferente. Mas não era, acredite. Todo mundo que tem sorte, algum dia na vida teve dores tão fortes que até o próprio tempo olhava assustado, achava que ele não seria capaz de amenizar; gastou tanto de si, tanto, que conseguiu -- sarou a dor que ele mesmo achava grande demais.


Confie nos seus instintos, em tudo que a vida já te trouxe, mesmo aqueles beijos que você quer esquecer.

Os beijos mais amargos hoje, um dia foram os mais doces e te ensinaram o caminho certo pra encontrar os lábios mais perfeitos, o sentimento verdadeiro -- arriscar.

Corra o risco, tente, isso é tão bonito.

Veja bem, quem não arrisca não leva. Quem arrisca, se levar uma decepção, leva junto tanta bagagem de aprendizado, crescimento. Claro, você não vai enxergar isso logo, depois que a dor passa ela mostra pra que, realmente, veio.


Ela segue, fatalmente, só. Um dia esqueceu de tudo, mesmo dos seus amigos, quando se viu sozinha.

Sentiu alegria só, caminhou só, ouviu tanta promessas (tantas que nem sabe como dizer. Ouve até hoje), mas se machuca com isso tudo, dói.

Ela sabe que vai passar, ela não só espera como acredita nisso, isso é bom. Um dia ela vai ver que a vida causa feridas pra ajudar a crescer e se tornar melhor. Ela sabe que a vida vai fazê-la melhor, mas independente, mais solta, mais poeta, mais amante.


'A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida.'

Vinícius de Moraes

quinta-feira, 31 de julho de 2008

você



Não invente um jeito novo de ser você, permita que a vida te reinvente. Deixe que o amor o impeça de se acomodar, deixa ele te levar pro melhor lugar -- ele sabe, deixe estar.

Tudo faz parte da construção de nós mesmos, os maiores obstáculos deixaram em nós as melhores partes de hoje. Não se precipite, dê um passo de cada vez, pare de ter medo do invisível, pare de tentar prever. Se surpreender é tão bonito, se permita.Quem se procura demais, quer se ver demais se perde e não se encontra mais. Se perde em outras pessoas, em beijos, abraços.Não se lembra de guardar um pouco de si pra si mesmo.


"Não pense que a pessoa tem tanta força assim a ponto de levar qualquer espécie de vida e continuar a mesma.

Até cortar os defeitos pode ser perigoso - nunca se sabe qual o defeito que sustenta nosso edifício inteiro...há certos momentos em que o primeiro dever a realizar é em relação a si mesmo.

Quase quatro anos me transformaram muito. Do momento em que me resignei, perdi toda a vivacidade e todo interesse pelas coisas.

Você já viu como um touro castrado se transforma em boi. Assim fiquei eu...Para me adaptar ao que era inadaptável, para vencer minhas repulsas e meus sonhos, tive que cortar meus grilhões - cortei em mim a forma que poderia fazer mal aos outros e a mim. E com isso cortei também a minha força. Ouça: respeite mesmo o que é ruim em você - respeite sobretudo o que imagina que é ruim em você - não copie uma pessoa ideal, copie você mesma - é esse seu único meio de viver. Juro por Deus que, se houvesse um céu, uma pessoa que se sacrificou por covardia ia ser punida e iria para um inferno qualquer. Se é que uma vida morna não é ser punida por essa mesma mornidão.

Pegue para você o que lhe pertence, e o que lhe pertence é tudo o que sua vida exige. Parece uma vida amoral. Mas o que é verdadeiramente imoral é ter desistido de si mesma. Gostaria mesmo que você me visse e assistisse minha vida sem eu saber.

Ver o que pode suceder quando se pactua com a comodidade da alma".

Clarice Lispector



ps1:. Gabi e Eric, vocês me fazem um bem danado, obrigada pelo carinho. :}

quarta-feira, 30 de julho de 2008

expectativa


Por favor, não espere muito de mim.

Saber muito não significa ser melhor, eu posso saber demais, mas quem te garante que numa esquina qualquer eu vou ouvir meus pensamentos, saber o que eles tem pra me dizer? Quem é certo demais não vive, passa pela vida como uma música num fim de tarde, que ilumina e depois passa. Não é bom se policiar demais, se medir demais, tentar caber.


Eu não te prometo nada, só a mim -- eu prometo ser tua, e só. Se ter a mim não te basta, não sei mais, é tudo que eu posso te dar. Não te prometo flores, canções,poesias com dia certo pra acontecer, não te prometo ser previsível, ligar antes de aparecer, não prometo.

Se um dia me der vontade eu te mando flores, te ligo, apareço quando você menos esperar, escrevo versinhos lindos pra você, mas só se eu sentir vontade, não me force. Quando eu sinto que eu estou sendo induzida, isso me freia logo. Prefiro palavras soltas, prefiro malandragem e nesses momentos é bom nem sentir, só se entregar.


E se eu finjo que não vi, é porque quis, eu vejo mais do que você supõe. Muitas vezes enlouqueço sozinha, com meus pensamentos, formulando teorias loucas sobre tudo. Só é necessário uma verdade, eu crio, fantasio em cima dela.

Nada é necessário quando se tem um ao outro. TER não no sentido de POSSUIR, mas de poder CONTAR com alguém, ter um ombro cativo, um sorriso que só desponta assim com você.


Espere de mim só amor, surpresas. Não pense que eu não vou errar, dobrar numa esquina qualquer, me perder um pouco mas me encontrar logo, em você. Mas deixa eu te contar um segredo, deixa eu ser repetitiva, por favor: Não espere muito de mim, de ninguém, afinal. 'A expectativa é a mãe da decepção.'

Espere pouco, quase nada. Viva um dia de cada vez.

É proibido pensar no amanhã, ele acontece por si só.



Se você quiser ser minha estrela, eu deixo você brilhar no meu céu
Longe de todas as teorias absurdas que a vida, no entanto, deixa em mim.
Uma estrela com um brilho diferente, bem do seu jeitinho
Me completando assim, no meu céu escurinho.
O céu não é bonito sem a estrela,não há razão de ser.
O encanto está no brilho, na rima, na idéia de minha estrela ser você.


terça-feira, 29 de julho de 2008


Invente uma canção que diga tudo sobre nós dois.

Me abrace bem forte, até doer, até que eu não suporte tanto de você;

Sente do meu lado, me faça perceber o encaixe perfeito da minha cabeça com seu ombro. Me deixe adormecer no seu peito, grande, largo e ouvir as confissões do seu coração.

Me olhe assim, bem de pertinho, até que eu me enxergue nos seus olhos, me perca vendo tanto de você em mim. Me dê a mão, me leve pra qualquer.


E assim, em meio a seus sussurros me diga o quanto você me ama, me mostre seu amor.

Eu não me importo com as horas, o meu tempo é todo teu.

Cada segundo de mim passa nas suas horas, cada minuto.

Vamos gritar bem alto, só o nosso coração pode nos ouvir.

Eu não me importo mais em ser sozinha se você estiver por perto, se você me oferecer seu sorriso largo, seu ombro feito sob medida pra mim e se prometer enxugar as lágrimas que caírem, eu aceito passar a minha vida inteira ao seu lado.

O amor é eterno, ele está apenas sujeito a mudanças mas acredite: é sempre amor.

Quem tem ouvido capaz de ouvir e entender estrelas, tem olhos capazes de enxergar o amor, aonde quer que ele se esconda.


Quem já encontrou, não duvida nunca.

"Nada se sabe, tudo se imagina.
Circunda-te de rosas, ama, bebe
E cala. O mais é nada."
Fernando Pessoa

segunda-feira, 28 de julho de 2008

E eu consegui!


Uma noite mal dormida, doses exageradas de ansiedade, insegurança e terror.

Sonhos loucos, hipóteses.

Numa tarde de sexta- feira ela liga o rádio e espera a notícia que poderia mudar sua vida, espera, espera e nada. O telefone toca e ela ouve: 'Ei, você passou. Parabéns!'. Ela fantasiava como todos os pré-vestibulandos 'quando eu passar no vestibular...', e achava que seria legal, tá. Na hora foram tantas reações ao mesmo tempo que ela não fez nada.

chorou, riu, gritou e tremia. Tremia muito, teve até medo de não aguentar!
'aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah! passei carááááááááaááááleo!', foram as suas primeiras palavrinhas. :x

Sua mãe chorou muito, valorizava cada dia que a via entre os livros, reconhecia sua aptidão e sentia como se ela mesma tivesse sido aprovada. Seu irmão queria comemorar, seus amigos não paravam de ligar. Seu namorado comemorou, fez lindas declarações de amor, sente orgulho dela e acredita tanto, que ela até chorou.

Suas primas e tias, sentiam como se fosse com elas. Uma alegria escancarada.Mas o que doeu mesmo foi seu pai que se limitou a dizer 'parabéns'.Ela já nem se importa tanto com ele, mas dói ainda saber o quanto ele diminui as suas conquistas e os seus sonhos.


Ela não se lembra de um dia tão feliz, não se lembra de ter tocado tantas emoções ao mesmo tempo, sabia muito sobre felicidade, sobre ser PLENA, mas nunca havia sentido. Felicidade é demais.

Quando você sabe o que faz de melhor,sonha muito em trilhar um caminho, sabe o quanto pode alcançar é bem assim. Também o destino quer participar, (todo mundo sempre quer participar) então ele adia essa alegria até você estar bem preparado.

A sua felicidade sempre está bem pertinho, sempre sopra no seu ouvido as dicas de como encontrá-la e onde vai estar de braços dados com ela, por longos anos.

Pra ela é lindo, ela nem está cabendo em si mesma, prefere não gritar tão alto (não se grita muito alto a felicidade), mantém tudo bem guardado e só partilha com quem realmente vale a pena. É um pouco triste também, ela queria alguns abraços de pessoas que não ligam muito pra ela, desprezam e medem em dinheiro o preço da felicidade.

Retorno financeiro é consequência, o meu objetivo na vida é paixão.

Acredite em você, viva pelo que você acredita.


Com paixão e sacrifício a gente consegue.

Um anjinho jornalista que faz um bem danado a ela, ligou e a fez tão feliz. Ele diz que é até fã (imagina?!), gosta dela. Nunca se viram pessoalmente mas carinho e afinidade vão além de um contato físico. Obrigada por cada palavra, demais.

Deus, obrigada por tanto amor, por tanto cuidado e por me fazer a sua filha mais feliz. Por mais que o meu pai biológico deixe esse vazio em mim, ter Você na minha vida supre tudo,eu te amo.

"Porque dEle e por Ele, e para Ele, são todas as coisas; glória, pois, a Ele eternamente. Amém."

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Um amor do passado

Ela só quer saber se ele planejou aqueles encontros,as coincidências,os acasos.
Ela não sabe, ele é arisco demais. Não poderia ser aquilo tudo obra do acaso,o acaso não sabe tanto quanto ele.

Os beijos ela quem desejou. Ele , como um sujeito poético, leu seus pensamentos e foi mais longe. Deu a ela mais que um beijo -- trouxe lembranças, passos vazios pela sala, conversas perdidas num sofá, bossa nova e olhares indescritíveis. Ela se envolveu demais, ninguém nunca a havia deixado assim. Pensava nele e era tão forte que parava tudo que estivesse fazendo e era remetida aquela cena, aquele beijo. Era assustadora a maneira como ela se sentia presa e paralisada diante das lembranças que ele deixou.

Acabou. Como tudo na vida sempre acaba, acabou. 'Tudo que é bom tem a sua duração exata, tem de se acabar no prazo certo se quisermos que perdure para sempre', sábias palavras Jorge Amado, sábias palavras.
Ela não entende como eles ainda conseguem estar tão ligados, mas ela segue em frente e ele também.
Os dois se entregaram aos amores do passado, quem sabe está aí a felicidade de ambos?
Ela está muito feliz, mas não nega, pensa nele.
Ele também está feliz, mas ela só queria saber se pensa nela também, se dedica alguns segundos dos seus pensamentos pra ela.

O que vale é amar, ser amada e dar valor a quem merece de verdade. Saber admistrar os sentimentos e deixar no passado tudo quanto não merece ser levado com você pela estrada longa da vida.
Amar, perdidamente.
Ganhei mais um selinho da Jéssica! \o


Repasso ele pra um blog que , de fato, me faz viajar: Um gole de cólera.

Um cara que escreve bem demais, além de me fazer viajar através de suas palavras me faz um bem danado na vida foora do blog, nas tardes na casa dele. :}

É meu melhor amigo, eu sou suspeita de falar. Eu te amo.

ps¹:. não deu tempo de responder todos os comentários, mais tarde eu respondo os outros.

;}

quarta-feira, 23 de julho de 2008

~ ansiosa


Mais um dia sem meus sonhos, mais um dia (fatalmente) normal.

A rotina me cansa, a rotina de me ser. Cada dia que passa e eu percebo o quanto estive perto dos meus sonhos, das minhas ânsias e de repente deixei escapar.

As vontades nunca foram tão curtas, as mãos nunca estiveram tão geladas e o medo nunca foi tão grande.

Deixa a porta aberta, menino. Deixa o frio passar por esses pequenos espaços e me arrepiar, me fazer ficar gelada, destruir meu orgulho e me fazer implorar um cobertor, um par de meias grossas e um casaco. Me dê um copo de chocolate quente, me faça pensar e sossegar de repente.

Se meu coração pudesse me ouvir eu pediria mais atenção, silêncio, sossego e um pouco de noites tranquilas; menos borboletas em agonia no estômago, esmalte nas unhas.


Entre tanta ansiedade, tanto desejo, tanta tentativa de me controlar (eu detesto me controlar e ser previsível demais comigo mesma, eu gosto de me surpreender. Não gosto de me calcular, de filtrar pensamentos) só me resta pensar em você.

Você é meu melhor remédio, minha válvula de escape.

Seu sorriso milagroso joga fora todos os meus medos, tudo de mais obscuro.

Seu abraço aperta a minha alma, sossega meus desejos, me faz acreditar sempre num recomeço mesmo quando falta paciência e folêgo, você me faz tentar de novo.


Ainda bem, ainda bem que você está por perto.

'


...e hesitei, fiz o pior do amor amuleto o que eu fiz? deixei por aí; descuidei dele, quase larguei, quis deixar cair. Mas não deixei, peguei no ar e hoje eu sei -- sem você sou pá furada.'

............................................................................................................
Tarefinha passada por Flor:
I - Escolha uma banda;
II- Responda somente com os títulos das canções;
Los Hermanos, minha PAIXÃO:
1. Descreva-se: 'eu que já não sou assim, muito de ganhar, junto as mãos ao meu redor. Faço o melhor que sou capaz só pra viver em paz.'
2. O que as pessoas acham de você: ' Morena, tá tudo bem. Sereno é quem tem a paz de estar em par com Deus.'
3. Descreva sua última relação: 'Quero dançar com outro par, pra variar amor...'
4. Descreva sua atual relação:'Diz: quem é maior que amor? Me abraça forte agora que é chegada a nossa hora. Vem, vamos além, vão dizer que a vida é passageira sem notar que a nossa estrela vai cair.'
5.Onde você queria estar agora: ' Hollywood fica ali bem perto, só não vê quem tem um olho aberto.'
6.O que você pensa sobre o amor: 'o amor não se tem na hora que se quer, ele vem no olhar. Sabe ser o melhor na vida e pede bis quando faz alguém feliz.'
7.Como é sua vida: ' e quis ter os pés no chão, tanto eu abri mão que hoje eu entendi, sonho não se dá, é botão de flor, o sabor de fel é de cortar.'
8.Se você tivesse direito a apenas um desejo:'Canta para mim qualquer coisa assim sobre você, que explique a minha paz, tristeza nunca mais.'
9.Uma frase sábia: '...e eu nunca vou te esquecer, amor. Mas a solidão deixa o coração nesse leva e traz.'
10.Uma frase para os próximos: '... é preciso força pra sonhar e perceber que a estrada vai além do que se vê.'
Repasso para: Jéssica.

terça-feira, 22 de julho de 2008

-desejo

O meu desejo é que se demorem os abraços, os beijos e que ecoem por longos anos as palavras bonitas.


Que ao contrário dos casos e fatos atuais, que por um dia o tempo passe mais devagar; as palavras sejam ditas com mais cuidado, os beijos se demoresm e que cada partícula de qualquer coisa verdadeira e imortal se disperse no mais íntimo de nossos corações. Que as emoções dancem de rosto colado com a saudade, que não haja sentido em se arrepender. quando enfim gozarmos da mais plena felicidade, que durmamos felizes e pensemos insistentemente como se fosse o nosso derradeiro dia nesse mundo -- sem medo, sem dor, deixando a tristeza olhar, tentar tocar, você se esquivar de forma sutil e viver tudo que há pra viver -- não ter medo de viver, ser feliz.





"O que é preciso é ser-se natural e calmo
Na felicidade ou na infelicidade,
sentir como quem olha,
pensar como quem anda
E quando se vai morrer, lembrar-se de que o dia morre,
E que o poente é belo e é bela a noite que fica...
Assim é e assim seja...'


Fernando Pessoa








*Agradecimentos:


~> Ganhei mais um selo, da Naraiana. Um presentinho, que miiimo! :B
Obrigada pelo carinho e pelo selo, adoreei. Seu blog me faz um bem danado Naraiana, ainda bem que eu descobri tanta gente parecida comigo por aqui, que tem paixão pelas palavras.
Bem, como eu sou nova nesse lance de blog não sabia que a gente repassa o selos, então vou repassar.
Repasso esse selo pra dois blogs que me faz um bem danado, não passo sem eles:
Meros Devaneios Tolos e O diário de Marin Jones , muito bons.




Obrigada pelo carinho, pelos comentários. É bom saber que as minhas confissões, meus meros desabafos tem encantado tanta gente.


segunda-feira, 21 de julho de 2008

.As palavras em mim


Escrever tem se tornado cada dia mais prazeroso, eu tenho me enxergado e me conhecido bem mais. Cada vez que eu termino de escrever eu leio o que eu escrevi e me arrepio, me surpreendo e nem me lembro bem como foi que eu fiz.

Deixo as palavras passarem do coração pra caneta, sem nenhuma censura, com toda liberdade que existe entre meu coração e meu caderno de confissões.

Escrever pra mim é um desabafo, um termômetro. Eu enxergo melhor cada passo que vou dar, a quantas anda esse meu coração vagabundo, louco e confuso. Muitas vezes ingênuo, quer guardar as dores que nem cabem em mim, as dores de tantos amores.


Hoje eu sei que cada palavra não passa me vão, fica guardada nos meus pensamentos mais profundos e se mostram as melhores amigas, o melhor amor.

O espelho mais claro, um rio bem límpido e com uns peixes multicoloridos a nadar entre as pedrinhas, ilusões. Cada dia eu me apaixono mais por tudo que elas me trazem, pelos amores que só elas sabem, as lágrimas que elas interpretam e enxugam tão delicadamente,o afago antes de dormir, as emergências de madrugada quando me acordam e precisam ser ouvidas.E é cada vez mais inevitável, elas estão em mim. Vibrando, correndo, gritando chorando e se aquietando num papel e nos olhos de um poeta sensível, de um coração apaixonado, de mais um dos seus amantes.

Já não haveria mais nada sem a poesia, sem a palavra e sem o bem inestimável que elas me fazem.





'Meu verso é minha consolação. Meu verso é minha cachaça.
Todo mundo tem sua cachaça.
Para beber, copo de cristal, canequinha de folha-de-flandres, folha de taioba, pouco importa: tudo serve. '
Carlos Drummond de Andrade


" E então, ela, que jamais imaginou encontrar um amor de verdade, neste momento diz a ele o quanto estava cheia de um amor que antes nunca conhecera.
Neste momento, ele aceita ela como ela é. E diz o quanto a ama também, e em um mural de recados, escreve o seu amor.
E desde então eles estão cheios de primeiros momentos.Ele, ama o que a vida pode lhe dar.
E é receptível, e se encontra nos braços dela.Ela, oferece a ele tudo o que a vida lhe deu e lhe ensinou. E se encontra nos braços dele.
Escrevem no mural como se escrevessem em seu coração. Talvez com a caneta nanquim que um dia ela lhe prometera.- Te quiero - "
Raquel Dimenstein


ps¹:.Vanessa, amiga das palavras também ! Obrigada pelo selinho, pelo incentivo e pela essência ,cada dia melhor e mais maravilhosa, no ar!

Invejinha maldita;


Se você vai me colocar entre os seus trófeus, ou se você vai me levar contigo pra passear em meio a ilusões, devaneios e insignificância já não me importa.
O que você e seu destino vão fazer de mim pouco me importa.Eu acredito que tudo está escrito, poeticamente, num livro aonde escreve-se os destinos.
Deseje-me por uns segundos, pense e tente agir como se fosse eu, no final você vai estar louco, perdido de você mesmo; tonto e transpirando em meio a tantas vontades.
Não perca seu (precioso) tempo comigo. Pegue uma caneta e um papel e desabafe. Faça versos, até tente rimas, você vai se divertir. Plante uma árvore,assista a um jogo na TV numa quarta-feira cinzenta, vá ao cinema e beba coca-cola. Ocupe sua mente, esqueça-se de mim.
Eu não sou tão interessante como você me torna, eu acordo sem maquiagem,uso pijamas o dia inteiro e faço um nó no cabelo, escrevo sempre à noite, deitada na minha cama e penso sempre 'como foi meu dia...'.
Me incomoda o tanto que você me procura em tudo, me incomoda tanta obssessão.Eu detesto inveja, mas você me faz refletir em quanto do seu tempo você me devota. Pare com isso, eu não mereço tanto.
Um conselho: Leia a Bíblia, a vida de Jesus é muito mais interessante que a minha.
Se perca de mim, se encontre.

"Que me importam a mim os homens
E o que sofrem ou supõem que sofrem?
Sejam como eu - não sofrerão.
Todo o mal do mundo vem de nos importarmos uns com os outros,
Quer para fazer bem, quer para fazer mal.
A nossa alma e o céu e a terra bastam-nos
Querer mais é perder isto, e ser infeliz."

Fernando Pessoa

sexta-feira, 18 de julho de 2008

uma moldura clara e simples;

Se você quisesse me ouvir e aprender a valorizar cada coisa pequena que acontece no seu dia, eu te garanto pelo menos uns dez sorrisos a mais , uma estranha mania de criar explicações e se aprofundar nelas, depois você vai sempre parar no mesmo lugar: bem no fundo de você.
Eu queria poder te dizer que gritar faz um bem danado quando se sente pesado e só. Ainda não tem nada cientificamente comprovado,mas eu descobri que uma panela de brigadeiro vale a pena quando se tem depois uma boa dose de bom humor - e não engorda.
As coisas mais simples podem amenizar os maiores problemas, principalmente os de relacionamentos. Quando se tem uma amiga que quer ser ouvida, exige atenção mas quando você fala ela nem te escuta direito, apenas liga palavras, quando ninguém acredita nos seus sonhos, está todo mundo ligado a dinheiro e poder, poucos (pouquíssimos) lembram-se que a vida é apenas uma passagem, uma luta por dinheiro e status é tolice, o que se leva mesmo é a felicidade e os poucos e bons amigos. Quando você acorda com uma vontade de chorar parecendo que você morreu e chora sua própria morte, ou até mesmo quando seu mundo gira numa dirção não prevista e faz tudo sair do lugar. Quando as previsões te fazem zombar e você erra.
Eu sou dessas bem bobas, bem descoladas e tranquilissimas. É difícil me encontrar chorando, preocupada com dinheiro e garotos. Eu gosto mesmo é de salão de beleza - unha, cabelo, escova, depilação e bobagens. Eu gosto mesmo é de mim.
Eu me divirto sozinha, mas eu odeio solidão. A capacidade de estar só sem ser só uma coisa linda, e me faz sofrer bem menos. Eu espero sempre pouco das pessoas, pra que quando elas me decepcionem eu não sofra tanto quanto deveria,mas algumas é impossível não sofrer, ocupam um lugar no seu coração e quando te machucam, ai.

O que fica valendo pra hoje é seguir o coração:
*chocolate, beijos e pôr-do-sol.
Coisas simples que amenizam grandes problemas e morrer de amor, nem que seja pelo vôo de uma borboleta amarela.

A história mais linda.*


Ela não tem uma idéia exata de quanto tempo vai durar- ninguém sabe.

De tudo quanto ela percebe e vive, só restam evidências de tudo que pode haver de mais belo. Ela só se lembra do sábado à noite quando o conheceu, do tempo um tanto frio e de uma estrela cadente que causou o primeiro olhar entre eles, depois disso tudo ela perdeu a paz, ele era tudo quanto ela pensava. Ele tinha planos, parecia ser simples demais o seu destino, bem do jeito que ele pensava, estava interessado em alguém mas quando a viu naquela noite sentiu que seus planos mudariam, ela seria dele, para sempre.

E foi o amor mais lindo, paciente e puro que alguém já conheceu.

Quando ela percebeu que o amor se afogou na rotina e pôs um fim . Ela destestava rotina;gosta de novidades. Ele sofreu muito, ela sofreu também. O amor transformou-se em cumplicidade,parceiria, conselhos e longas conversas ao telefone. Ela (acredite se quiser) dava conselhos a ele sobre amor, sobre a vida - a nova vida ao lado de uma nova namorada.

E num dia nublado,deu tudo errado: Ele jogou ela pra fora de sua vida, fez ela chorar e ela não entendeu mais nada. O amor se transformou em raiva e em seguida, indiferença. Se encontravam por acaso e nem se olhavam, ela preferia entender que ele nem existia.

E numa caixa estava guardado o amor mais puro e verdadeiro, na essência de um perfume e nas linhas emocionadas de um pedido de perdão, junto com um retrato dos dois.

Eles estão juntos novamente. Ela só sabe explicar que seus olhos lacrimejam ao pensar na ausência dele, não sabe explicar porque e nem como suas mãos se encaixam de uma forma tão fascinante, tão planejada, não sabe como sua cabeça se encaixa perfeitamente no seu ombro e nem como se percebe tão protegida, tão forte, tão segura quando está em seus braços.

Ele agrada ela só em respirar.

Eles foram feitos, sob medida, um pro outro. É um amor bonito e bem vermelho - desses que você acha que nunca vai se repetir, que a realidade é cruel demais para eles. É o amor mais puro e mais intenso que se tem notícia. Um amor com sabor de biscoitinhos e café-com-leite (mais leite que café) num fim de tarde, um amor de beijo demorado, olho no olho e que se entendem num simples toque de mãos, ou numa piscadela. Não, não é utopia nem conto de fadas, é o amor puro que o poeta sempre procurou.

quinta-feira, 17 de julho de 2008

O tamanho do amoR

Descobrir o tamanho do amor é surpreendente.
Os momentos mais simples deixam as melhores marcas, da forma mais sutil possível mas as lágrimas são mais doces quando se nota o tamanho do amor.

O tanto de amor que ficou com você naquele abraço num fim de tarde, depois de longas conversas, confissões e gargalhadas. O amor que quem tem os melhores amigos sabe bem do que eu falo.

Para: Mariana, Raul e Nathália.♥





"Escrevo por não ter nada a fazer no mundo: sobrei e não há lugar para mim na terra dos homens. Escrevo porque sou um desesperado e estou cansado, não suporto mais a rotina de me ser e se não fosse sempre a novidade que é escrever, eu me morreria simbolicamente todos os dias. Mas preparado estou para sair discretamente pela saída da porta dos fundos. Experimentei quase tudo, inclusive a paixão e seu desespero. E agora só quereria ter o que eu tivesse sido e não fui." Clarice Lispector

terça-feira, 15 de julho de 2008

metades.*


Então me diga onde você vai sem mim.
Por onde seus passos serão certos, senão no meu caminho?
Onde seus pés encontrarão descanso, senão junto aos meus?
E seus sonhos, longe de mim, são meros pensamentos.
O fato é que nós somos, inevitavelmente, parte um do outro
E eu não sou nem metade de mim sem você.


E eu, que também muitas vezes não tenho o que dizer

Opto por apenas, me perder

Nos nossos encontros mais sutis me entregar

E te ver se pondo em mim, como o sol se põe pro mar.


sexta-feira, 11 de julho de 2008

Não finja mais!


Porque você finge?


Você finge que gosta, mas detesta, força um sorriso, um abraço e pensa:

'é como eu queria que fosse...', você deseja aquilo, força e vive por alguns minutos uma realidade que não existe.

A gente finge que é amigo, finge que ama e depois, quando essas mentirinhas ficam maiores você tem ainda mais trabalho pra mantê-las. Um dia você conhece a mãe do seu namorado e finge que é simpática, que gosta de trabalhos domésticos e é uma filha perfeita. Diante dos colegas, você finge que sabe sobre tudo, que ganha mais e adianta um semestre.

Fingir é uma 'bola de neve'. A gente nunca sabe se aquela situação vai durar mais, se você fige nos primeiros 30 segundos, vai fingir nos próximos 30 anos, é inevitável. Ser sincero é bem melhor, é bem mais agradável.


Há algum tempo eu resolvi deixar essas máscaras socias, essa 'camaleosidade' - um jeito camaleão, onde você chega se adapta - isso tira um pouco de você, de quem você é de verdade; aos poucos você se perde nessas máscaras e não sabe mais onde seus pedacinhos se perderam.

Eu finjo menos, dizer que não finjo mais seria mentira. Eu era adepta de um jeito bem bonzinho de ser,perdoava tudo, minimizava mesmo os maiores problemas e as pessoas mais falsas eu tratava como se fossem amigos, eu tinha medo de machucar as pessoas mas não tinha medo dessas consequências na minha vida.

Hoje eu transformei essa realidade, aprendi a dizer não. Não aceito abraços, sorrisos e declarações de amor de quem não merece, justifico o meu jeito. Não tento mudar pra agradar ninguém. Quem me conhece de verdade - uns poucos- conhecem o que eu tô sentindo num olhar, num balançar frenético de pernas, ou no meu jeito complusivo de estralar os dedos.

Posso te garantir que ser você mesmo é bem melhor, faz um bem danado.


Vale a pena mudar, levar com você quem realmente vale a pena.


{Ente nós:

-Obrigada pelo comentários, scraps, depoimentos cobrando a atualização do blog. Essa semana tá uma loucura! Não aguentei a saudade, atendi aos pedidos: atualizei.

-Se você não tem um blog e quer comentar, clica na opção 'Nome/URL' .}





domingo, 6 de julho de 2008

um jeito de viver melhor


Exagere.

Crie teorias e não tenha medo do desconhecido.


Não acredite em promessas, principalmente as masculinas, se mantenha longe de pessoas levianas.

Quando você pensar em ser prudente demais, pense que só se vive uma vez - agora.

Abrace sem ter medo do que esses braços farão amanhã; seja leve, viva leve.

Viva o tempo inteiro pelo que você acredita e só acrescente nos seus planos quem você tem certeza que vale a pena, quem não for fraco demais pra suportar seus sonhos.Acredite sempre em você, não coloque seus sonhos em ninguém.


Quando for necessário seja egoísta, mas se arrependa em cinco minutos.

Se importe apenas em fazer bem a quem está por perto, pode ser a última vez que você está com elas, você pode partir de repente.


Veja sempre o mar. Tenha boas recordações, quando você se sentir pesado demais um bom mergulho e uma boa paisagem vão mudar tudo isso.

Qualquer dor é pequena diante da imensidão do mar, da sua beleza e de um grande amor.

sábado, 5 de julho de 2008

'eu encontrei e quis duvidar' ♥


Ninguém vai querer saber de nós dois, quando finalmente nos encontrarmos.
Eu descobri em você tudo que alguém pode desejar, descobri que só você consegue me fazer sentir completa. Outros braços não tem o seu abraço, outras bocas não tem o seu beijo e nem o mais lindo sorriso mexe comigo do jeito que você consegue mexer.
Nada me inspira mais que suas palavras, nada me acomoda melhor que sua cama.

É difícil se encontrar, nem todo mundo tá disposto a se perder.
Agora não me importam as teorias, as opniões alheias, muito menos o que pode se desfazer.
Que tudo que não for importante se desfaça, volte ao seu melhor lugar e que nós dois sigamos ilesos por esse caminho, sigamos fortes- eu, você e o nosso amor.

'...e ninguém dirá que é tarde demais, que é tão diferente assim, do nosso amor a gente é que sabe...' ♥

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Os melhores. Meus melhores.


"Neste mundo de tantos anos
Entre tantos outros
Que sorte a nossa hein?"
Entre tantos anjos, eles aterrisaram na minha vida. São os responsáveis pelo que eu sou hoje.
Os abraços são os mais sinceros, os fins de semana se tornaram muito mais alegres, muito mais intensos, os dias da semana, todas as horas, tudo com eles. Ainda bem que eu tenho a sorte de ter pra quem ligar numa crise existencial, explicar histórias muito complicadas,pedir conselhos, afiar a língua e rir, rir maais ainda,hein Raull?. É bom saber que eu tenho alguém que quando é líquida é mais, que tem uma vida amorosa divertidíssima e responsável pelas melhores conversas, os melhores papos no msn e as doces confissões, Sarinhaa!
Eu também tenho a melhor amiga, a que dirige melhor, que tem tanta afinidade que ouve meu coração bater, decifra as minhas vontades e mesmo quando vê que eu me aproximo de uma eventual decepção, segue comigo e me ajuda a ser melhor, sempre do meu lado. Mais que uma irmã, mais que amiga, mais que cúmplice- Nathy.
Eu tenho a amiga mais decidida, mais corajosa e mais impliquenta. Os olhos mais bonitos, o sorriso mais sincero, que faz as minhas manhãs bem mais coloridas e divertidas. Os maiores segredos, os mais lindos conselhos e umas divagações gostosas. Uma amiga que vai casar, uma senhora! HAHAHAHA -Biia.
Vocês conseguem decifrar batidas de coração, roubar sorrisos e me fazer entender o que é felicidade.Eu nunca vou me sentir só, enquanto vocês existirem, não vou me sentir fraca.Com vocês ao meu lado qualquer dor é suportável,qualquer momento fantástico.
amo vocês.

terça-feira, 1 de julho de 2008

do nosso amor a gente é que sabe.


As minhas palavras podem se perder no tempo, e não encontrar mais abrigo longe de você.

A minha loucura longe de você não é completa e os meus maiores desejos, sem você, não passam de meras idéias.



Que o tempo passe e que você me deixe, que você me encontre numa noite qualquer e que o tempo pare.

As decepções não servem pra serem lembradas, são lições; quando você aprende uma lição você não precisa mais revê-la, você prova que sabe e ensina.

A vida continua. Os beijos serão longos novamente, os abraços ternos e o respeito eterno. Não interessa o quanto você se preocupe comigo, há de compreender as minhas escolhas e estar ao meu lado.



Mas se ninguém quiser me acompanhar, eu vou só, levo apenas você nem que seja nos mais rápidos pensamentos.
*uma estranha saudade deles, Los Hermanos.

'Sonhará uns amores de romance, quase impossíveis? Digo-lhe que faz mal, que é melhor, muito melhor contentar-se com a realidade; se ela não é brilhante como os sonhos, tem pelo menos a vantagem de existir.'
Machado de Assis

segunda-feira, 30 de junho de 2008

case-se comigo, antes que amanheça;


O que vale mesmo é o desejo e a coragem de eternizar os melhores momentos.
Quando a paixão resiste, o amor deseja se prolongar. Quando se sabe resistir as maiores tempestades e fazer as mais lindas escolhas.
'...o velho amor ainda, e sempre', o amor de vocês.

Amar é ter coragem pra enfrentar comentários maldosos, não ter medo de rir alto, andar com suas próprias pernas e com os pés do outro, uma dependência linda. É não ter medo de se submeter aos maiores desejos do amor, rir alto, falar baixo e quando tudo parecer velho demais, previsível demais - olhar nos olhos. Vencer e contrariar as regras, usar um pouco a razão pra que ela não se torne inútil mas deixar o coração falar mais alto. O que vai ser da nossa vida se formos previsíveis demais, onde vamos chegar? Porque só se vive uma vez, é necessário ter coragem pra eternizar as melhores coisas, os melhores momentos, as melhores pessoas; é preciso muito mais que lembranças, é preciso atitude e loucura.

Que o amor seja eterno, não enquanto dure,vou contrariar o poeta - que seja imortal.

Obrigada por me permitir fazer parte de um momento tão lindo, eu só tenho a agradecer por ter pessoas como você, Bia, na minha vida.


Viva os noivos!

Rico&Bia