Background

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

mentirinhas de amoR


Se você quiser a gente sai pra dançar como dois malucos num dia de solidão.

Eu te dou minha mão, eu me entrego e finjo que estou sendo levada por você, que nem percebi. Se eu não souber fingir essas pequenas coisas não tem mais graça, o bom mesmo é acreditar nas mentirinhas de amor.
Encostar seu rosto no meu, falar baixinho, se arrepiar.


Ouvir você me dizer o quanto eu estou linda depois de estar suada, com a maquiagem borrada e me dizer que é lindo o tracinho preto no meu olho ( você mal sabe que o meu lápis não é a prova d'água, que ele borrou ), que é lindo meu sorriso desconcertado. Amor é isso: é quando alguém te vê como ninguém mais veria, enxergar mais além de uma produção demorada, uma maquiagem caprichada. É quando ela vai te buscar no futebol, você suado, o cabelo assanhado, seu time até pode ter perdido, ela pode não ter visto nem um lance mas diz: 'amor, você arrasou hoje!', diz isso só pelo jeito como você bateu na mão do seu colega, te acha o máximo, o mais forte.


Ou quando ele mata aquela barata pra você, eis o início da fantasia. Ele é protetor, corajoso, seria um ótimo pai de família, um marido excelente. Você viu só o tamanho da barata, percebeu a precisão dele? :O
São momentos pequenos mas que se transformam em lembranças enormes, coisas inesquecíveis.Quando você é assaltada por uma lembrança assim fica paralisada, deixa escapar um sorriso que confessa tudinho, é arrebatado .
As mentirinhas, os exageros de amor são fundamentais pra uma relação longa. Fugir da rotina, receber flores em excesso (mesmo quando se é alérgica, paciência!), ensaiar a música preferida dela pra tocá-la ao violão e vê-la chorar, se derreter, fazer daquela a canção de vocês.


Se completar sem ter motivos, sem conseguir enxergar uma razão, involuntariamente: isso é amor.
Quando não se enxerga muita coisa, quando não há o desejo de ver, só de seguir, construir cada minutinho como se fosse a primeira vez. Uma dose de coragem e de encanto, misturadas, dão um copo cheio de recomeço.
Hoje eu tô assim, bobinha.

ps:. O texto aí de baixo não é do Vinícius de Moraes, só a frase que encerra o texto. ;)

12 comentários:

Naraiana Costa disse...

Quando você é assaltada por uma lembrança assim fica paralisada, deixa escapar um sorriso que confessa tudinho, é arrebatado .

aiai.. lembranças..
Po lay, a minha sensação é a mesma quanto a você. Sabe o que podiamos fazer? Marcar pra se conhecer. Eu, você e Vanessa. =] Feira é ali.
auhsuiahsuisas
van eu ja conheço, falta você. \o.

Gabriella disse...

'Ou quando ele mata aquela barata pra você, eis o início da fantasia.'

HAHAHAHAHAHA.
Porque todo mundo se encanta com isso?Eu mesmo axava o mááximoo!
\o/

LINDO Laay, LINDo mesmo!
;*

Sheyla disse...

Layz,
Quanta ternura...

Vou adicioná-la no meu cortina aberta, tá?
Bjs.

Maria Fernanda disse...

Que lindo. Que doce. Que tudo.

Arrepiou-me.

*Ná* disse...

Ah, acho que eu queria passar por isso.. sempre, todo dia.
Bjos

Camila Colossi disse...

nhaa q texto perfoo meeu auhaahu
ameeeei *---*



http://imensidadx3.blogspot.com/

Rosana disse...

oii Lays, tudo bem?
Adorei conhecer seu blog!!!
Encontrei seu link no blog da Flor.
Eu tb to assim, meio bobinha de amor!!!rs...
beijoo e bom restinho de semana!

Jéssica disse...

Quero ter a sorte de encontrar um amor assim, miudinho.

Um dia, quem sabe, não aparece? É das coisas aparentemente impossíveis que se formam as possibilidades.

Ai, amei. *-*

Eric Luis Carvalho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eric Luis Carvalho disse...

"Se completar sem ter motivos, sem conseguir enxergar uma razão, involuntariamente: isso é amor."

Perfeito Muzenzinha....

Hj to bem assim tb...bem acreditando no amor..ô coisa boa...boa demais...

Camila M. Schuch disse...

Ah, o amor... Assim vale muito mais. Pequenas ocoisas encantam, sem precisar de muito esforço. Ver o brilho nos olhos do outro, apenas por estar perto, falando asneiras ao vento. Mentirinhas, doces, do amor...

Beeijos

Polêmica disse...

Que lindo texto Layz, adorei!
O verdadeiro amor está além da aparência física, está no interior. Nos apixonamos de verdade quando gostamos do interior de uma pessoa assim, essas mentirinhas que nos deixam tão felizes é bastante para uma relação durar o resto da vida!

Beijos!