Background

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

confissão;

É como se tudo só funcionasse em par, sozinho não.
Bossa-nova, flores, chocolate quente, fotografias e um mar de lembranças que nos enchem como se fóssemos meros abrigos de sensações, um poço onde são jogadas as lembranças que se tornam descartáveis pro outro, pra outra parte, do outro lado. Nada é completamente perfeito, nenhuma lembrança é eterna pra duas pessoas, pra alguns é apenas um fato, algo corriqueiro.
Mas nada me faz falta, tudo me faz mais forte. Até o meu passado, que ontem era tão grande, parecia tão imortal, tão invasivo se fez pequeno, fatalmente dominável. O passado dos outros também se fez pequeno, menor e absolutamente imperceptível. Somos mais fortes, mais bonitos, é o amor que nos faz assim, você também sente que eu sei.

O amor que hoje me faz dormir esperando uma mensagem de texto, esperar ansiosamente pelo fim de semana, por apenas um abraço, um beijo, um olhar e pelo momento que você vão se sentir importantes um pro outro de uma forma ímpar. Tudo é melhor acompanhado, em par. Mesmo que seja dançando de braços dados e rostinho colado com a solidão, essa musa que te acompanha numa noite fria, passa por você, te abraça e fica por pouco tempo e sai, a solidão tem um tempo certo pra acompanhar, logo é afastada pelo carinho e pelo desejo de nunca mais estar só.

Foje quem pensa que é forte, quem sabe que é forte ou apenas se descobre forte se entrega. Os mais fortes se entregam, a atitude mais nobre é se ver diante de algo e simplesmente fechar os olhos e ir mais fundo, sem nem ter idéia de onde vai dar.
Que haja sempre amor, sempre recomeço e bons amigos.

11 comentários:

Polêmica disse...

"Os mais fortes se entregam, a atitude mais nobre é se ver diante de algo e simplesmente fechar os olhos e ir mais fundo, sem nem ter idéia de onde vai dar."
Amei!
Isso pode ser adjetivado também como 'fé' pois, a fé é a certeza do que não se vê!

Beijinhos!

Jéssica disse...

Acredito que as pessoas não gostam muito de ficar dançando abraçadas com a solidão pelo fato de ela ser gélida. Não é melhor um corpo quente a um quase congelado?


Se entregar é, realmente, um ato de coragem. É inútil dizer que humanos são independentes, porque NUNCA serão.


:* adoro você e aqui!

Vanessa disse...

Pra amar, é preciso coragem.
Com certeza, fortes são os que se entregam, mergulham sem medo do desconhecido...
é deixar se levar pelo sentimento.


Lai, ainda não sei se vou para o show de Camelo ainda...
vou falar com Nah isso melhor, ok?
beijaooooooo

Sheyla disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sheyla disse...

A entrega é uma dos mais preciosos tesouros que temos. Creio que com a maturidade, a gente descobre que a melhor entrega é para nós mesmos. Daí, a gente fica mais seletiva. A gente não se entrega mais a coisas ou pessoas que não estão prontas a receber, ou que simplemesmente não querem. Como para mim, tudo é energia, tem pessoas tão especiais que merecem nossa entrega. Então, entreguemo-nos a esses humanos esse movimento tão inspirador e sejamos mais felizes hoje e sempre!
Bjs.

Michele disse...

Querida, seu texto chega a emocionar! Linda a forma de você descrever essa capacidade de entrega, de recomeço, de amar! Sem dúvida, é pra poucos! Mas esses poucos que se arriscam, jamais se arrependem por vivenciar algo tão simples e tão forte assim!

Gabriella disse...

'Tudo é melhor acompanhado, em par.'

Tudo que se faz sozinho tem um gosto tãão amaargo néé, sei láá um vazio.
=/
MUUUITO MELHOR em par, acompanhado.

Gabriella disse...

Laaaaaaaay, deixa eu falaar...
Tava lendo seu texto e ouvindo uma música que eu já gosto...Menina quem disse que eu consegui me segurar? Chooreeei viiiu.
AAAFF lindo deemais!

"O Autor", disse...

Encontrei o Blog de uma futura escritora!

Você está vivendo uma poética evolução.

Nathália disse...

Amor, recomeço, bons amigos e... chocolate!
Sim, oh sim!
Haha

Beeijo!

Flor disse...

Lays... adorei seu post de hoje...

preciso recomeçar...
preciso ter atitude...
isso no quesito amor...

beijooo