Background

segunda-feira, 16 de junho de 2008

Paixão x Amor

A possibilidade de amar se torna bela, quando a paixão possui a faculdade de renovação. A prolongação dos sintomas cruéis e viciantes, do suor excessivo, da ressequidão dos lábios, das mãos trêmulas, da infinidade do desejo, dos pensamentos incessantes, da insônia e da fantasia. O amor pode até ser a evolução da paixão, o amadurecimento, mas quando não se tem aventura, desejos e princípio de enlouquecimento não é tão bom. Todo mundo gosta e se entrega diante de uma grande paixão, o gosto do incerto é bom e forte suficientemente quando se trata de sintomas físicos, inconseqüência e a eterna gratidão ao amanhã pelo que o ontem deixou.

4 comentários:

Nathy disse...

"...mas quando não se tem aventura, desejos e princípio de enlouquecimento não é tão bom."

Apesar de já conhecer seus textos e de vc já saber oq acho das coisas que vc escreve, vc ainda consegue surpreender.
To adoraaando seu blog amiga!

;**

Eric Luis Carvalho disse...

Ah sem dúvida q se falta a entrega, a coragem, os olhos q brilham e tantas coisas menores mais fundamentais, a coisa n existe...n funciona...mas felizes aqueles q possuem o dom de expor tudo isso de forma mágica, que nem tu.

Brilhante, como sempre.
bj Lay!

Sarah disse...

O que seria do amor sem uma pitadinha de paixão?!

Camilla disse...

que blog perfeito é esse amiga ?!
ameeii esse texto.
tudo que vc escreveu aqui eu AMEI ! *_*