Background

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Espera

Não é impossível, eu garanto que não é.
Sabe de uma coisa, eu tenho estado cada vez mais distante desde que você parou de lutar, desde que se acostumou. O costume é venenoso, lentamente, de gota em gota ele transforma esperança e felicidade em tédio e persistência vã. Eu espero há muito tempo por você, eu desejo tê-la ao meu lado desde quando ouvi a palavra 'amor' - quando descobri o que é amor eu decorei, guardei, escolhi as melhores definições e decidi esperar por você.
Foi lindo encontrar você, você é tão bonita. Muito bonita. Tem uns olhos de quem sabe o que quer, de quem olha e descobre verdades - você é boa com os olhos, você me desarmou. Seus olhos escondem tanta tristeza, eu só soube quando vi você chorar - você é tão incrível que eu tive medo de, em algum momento, partir seu coração e eu não me perdoaria se o fizesse - você chorou de um jeito tão sutil, o seu silêncio era imenso mas suas lágrimas tinham um som estranho, fúnebre, que fez eco em meu coração.
Eu quis te dizer que você era o meu amor mas você estava distante demais - isso não se pode gritar, tem que ser sussurrado. E eu fico desconsertado perto de você, eu quero ficar perto e sumir ao mesmo tempo, fugir pra morar em você.
Deixa eu cuidar de você?

Olha, eu prometo não te pedir nada em troca, nem que você goste de mim, eu só quero gostar de você, cuidar de você, me permite? Pensei em muitas formas de te dizer isso e poe parecer piegas dizer que eu pensei em ir à uma cartomante que prometia o amor. Eu descobri que nem as cartomantes são felizes, elas não tem um amor. Eu não teria o que dizer quando ficasse de frente pra ela - e eu já sei de tudo, os astros sabem, o tarô sabe, as cartas e tudo mais que queira saber: você é o amor que eu sempre procurei, o meu amor.
Eu quero cuidar de você, fazer você feliz e não me preocupo com o que você vai fazer de mim - o amor é justo, se eu encher você dele eu vou recebê-lo de volta.


Delicadamente se entregavam um ao outro, num toque de mãos suave, em beijos intensos, abraços infinitos e sussurros escondidos em vielas, quartos, sonhos, livros velhos e onde fosse permitido amar sem depois. Era segredo, emoção e frases soltas ditas na forma mais pura, mais linda e mais incrível que já se conheceu:
"Deixa eu te levar comigo, sem pensar no que nos cerca".

Diziam juntos, sublime, puros:
você é o amor que eu esperei a vida inteira.


10 comentários:

Naraiana Costa disse...

E há muito tempo eu não vejo tanta verdade em palavras.

- | circunstâncias circunscritas | - disse...

Completamente maravilhoso, belo post. Esse amor que nos deixa estranhos, alegres, nos transforma e as vezes nos atormenta. Eu espero por grande amor que me mude por completo. Tem dias que perco a esperança e tem dias que me conformo em viver só. De antemao, vou viver vivendo. Quem sabe um dia eu encontre? Sempre irei passar por aqui. Um fortissimo abraçooo.
Por Lawrence Tayller

Moleque Maravilhoso disse...

Consta nos astros, nos signos, nos búzios
Eu li num anúncio, eu vi no espelho, tá lá no evangelho, garantem os orixás
Serás o meu amor, serás a minha paz

Consta nos autos, nas bulas, nos dogmas
Eu fiz uma tese, eu li num tratado, está computado nos dados oficiais
Serás o meu amor, serás a minha paz

Mas se a ciência provar o contrário, e se o calendário nos contrariar
Mas se o destino insistir em nos separar

Danem-se os astros, os autos, os signos, os dogmas
Os búzios, as bulas, anúncios, tratados, ciganas, projetos
Profetas, sinopses, espelhos, conselhos
Se dane o evangelho e todos os orixás
Serás o meu amor, serás, amor, a minha paz

Consta na pauta, no Karma, na carne, passou na novela
Está no seguro, pixaram no muro, mandei fazer um cartaz
Serás o meu amor, serás a minha paz

Consta nos mapas, nos lábios, nos lápis
Consta nos Ovnis, no Pravda, na Vodca...

(Dueto - Chico Buarque)

Seu texto só me lembrou essa música... Parece que estava ouvindo ela quando o escreveu! =)

Seja sempre bem vinda por lá também, embora não tenha textos rebuscados e tão interessantes quanto aqui!

=*

Anônimo disse...

Eu adoro o seu blog e digo sem medo de errar que escrever é a sua vocação, vá em frente. Você consegue o mesmo que grandes autores: traduzir o que a gente não sabe dizer, o que a gente sente. Parabéns, moça.

Bill Falcão disse...

Valeu a pena esperar, então!
Bjoo!!

Luanne de Cássia disse...

Nossa
seu talento me deixou boquiaberta.
Acho que muitos relacionamentos poderiam ser salvos pela expressão do que se sente.
Assim como no texto!
beijo

Rê Barreto disse...

Primaaa.. é Rê
eu sou totalmente adepta e apaixonadaa pelos seus textos
fico lendo e viajando.. você é meu orgulho
posso roubar sempre que eu quiser?
sempre que preciso de palavras pra definir o que tô sentindo, venho aqui e encontro, INCRÍVEL
beijos prima linda, vocÊ é o máximo

Melina F. disse...

Tenho que ler com cautela textos que tratam desses temas. Esses "quereres" todos ficaram submersos em mim. Enfim, o texto é lindo e diz muito.

Obrigada pela visita e pelo carinho.

Beijos,

Mel.

Guilherme Navarro disse...

Muito talento que você possui, hein? Não pare de escrever!

Maryana disse...

Laaaayyy
Nunca mais eu tinha passeado pro aqui! Mas adorei! Perfeitoo, intenso e verdadeiro esse texto! Eu quero uma "Espera" dessas na minha vida! *-*